Economia

Febraban proíbe 2 correspondentes bancários de atuarem no crédito consignado

A Febraban proibiu permanentemente dois correspondentes bancários de oferecer crédito consignado em nome dos bancos. De acordo com a entidade, é a primeira vez que punições definitivas como essas são aplicadas desde a entrada em vigor da Autorregulação do Crédito Consignado, em 2 de janeiro deste ano. A Febraban não cita a quais bancos esses correspondentes estavam relacionados.

No dia 8 de novembro, foram aplicadas sanções contra outros 159 correspondentes bancários em razão de reclamações de consumidores sobre oferta irregular do produto, de acordo com a Febraban.

A entidade informa que 98 correspondentes foram advertidos e 61 tiveram suas atividades suspensas desde o início do ano.

Nos casos em que houve reincidência, os agentes tiveram suas atividades suspensas por prazos que variam de 5 a 30 dias. Além disso, dois tiveram a atuação interrompida permanentemente.

Segundo a Febraban, os bancos que não aplicarem as sanções poderão ser multados pelo Sistema de Autorregulação por conduta omissiva, cujos valores variam de R$ 45 mil até R$ 1 milhão.

As multas arrecadadas serão destinadas a projetos de educação financeira.

Veja também

+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel