Edição nº 1138 16.09 Ver ediçõs anteriores

FCA doa mais de 37 toneladas de material que viram produtos da moda

Quem acessa o portal da Cooperárvore na internet se depara com bolsas, carteiras, malas de viagem, sacolas e até porta vinhos. Mas poucos imaginam a origem desses produtos. Fundada há mais de dez anos, a Cooperárvore é a cooperativa social de moda do instituto Árvore da Vida, uma iniciativa da Fiat Chrysler Automobiles (FCA) com as ONGs AVSI Brasil e CDM. A ação foi criada com o intuito de desenvolver socialmente a comunidade do Jardim Teresópolis, em Betim (MG). Como principal apoiadora do projeto, a FCA contribuiu de 2006 a 2018 com 37,5 toneladas de aparas de cintos de segurança, tecidos automotivos e outros materiais recicláveis. Somente em 2018 foram doados 3,6 toneladas. Tudo isso vem do Polo Automotivo Fiat, localizado próximo à sede do instituto. Na Cooperárvore, os materiais defeituosos e descartados após serem testados em protótipos ganham uma nova vida e se tornam produtos da moda.

(Nota publicada na Edição 1122 da Revista Dinheiro)


Mais posts

Ibama corta 22% das ações de fiscalização previstas

Até os mais desatentos conseguem notar que o meio ambiente não é uma prioridade do governo de Jair Bolsonaro. O descaso, personificado [...]

Projeto apoiado pela Sodexo é finalista de premiação na ONU

A Sodexo, por meio do Instituto Stop Hunger, organização sem fins lucrativos criada e mantida pela companhia para combater a fome e a [...]

Ainda falta muito para ficar bom

As empresas brasileiras ainda têm um longo caminho a percorrer em temas como diversidade racial e meio ambiente. Essa é uma das [...]

CPFL Energia planta 14 mil árvores em projeto de arborização

Sabe aquelas árvores que causam riscos à rede elétrica, esgoto, telefonia, calçamento e iluminação pública? A CPFL Energia resolveu [...]

Demanda aquecida faz produção de orgânicos disparar

O clamor dos brasileiros por uma alimentação mais saudável e sem agrotóxicos tem surtido efeito nas lavouras do País. Em menos de uma [...]
Ver mais