Giro

Fase Vermelha em SP: veja o que está permitido no comércio

Crédito: Divulgação/Governo do Estado de São Paulo

O toque de recolher das 20h às 5h permanece (Crédito: Divulgação/Governo do Estado de São Paulo)

O Governo do Estado de São Paulo retomou a fase vermelha de restrições nesta semana, que deve permanecer, pelo menos, até o dia 18 de abril. Anteriormente, a fase emergencial ficou em vigor entre os dias 15 de março e 11 de abril.

Um dos destaques da fase vermelha é a volta de retirada de produtos pelo consumidor diretamente nos locais de venda, como comércios, restaurantes e outras atividades.

+ Fase vermelha movimenta ruas de SP com drive-thru e comércio informal
+ SP volta para fase vermelha na segunda e escolas podem reabrir com 35% dos alunos

As lojas de construção, que são serviços essenciais, podem voltar a contar com atendimento presencial nas lojas, segundo protocolos sanitários e de segurança



Veja abaixo o que abre e o que fecha no comércio durante a fase vermelha:

O que é permitido?

-Farmácias;

-Supermercados, açougues e padarias;

-Lojas de material de construção;

-É permitido a retirada de produtos pelo consumidor diretamente nos locais de venda.

O que permanece proibido? 

-Abertura de bares, lanchonetes e restaurantes (atendimento presencial e venda no local);

-Cultos, missas e celebrações religiosas;

-Shoppings.

Veja também
+ Casamento de Ana Maria Braga chega ao fim após marido maltratar funcionários, diz colunista
+ Conheça a eficácia de cada vacina no combate à Covid-19
+ Veja fotos de Karoline Lima, novo affair de Neymar
+ Lázaro Barbosa consegue fugir de novo da polícia após tiroteio
+ Gracyanne Barbosa dança pole dance com novo visual
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Após processar nora, mãe de Medina a acusa de ter destruído sua casa; veja fotos
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Fondue de chocolate com frutas fácil de fazer
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago