Negócios

Farmácias: levantamento mostra redes preferidas e hábitos dos brasileiros; veja as listas

Crédito: Reprodução/Facebook Drogasil

A drogaria campeã no ranking Força da Marca é a Drogasil (Crédito: Reprodução/Facebook Drogasil)

Os consumidores consideram as redes de drogarias regionais com o melhor custo-benefício. No entanto, as grandes redes continuam sendo as líderes em “Força da Marca”. É o que diz o estudo da CVA Solutions Varejo Drogarias 2021, que também destaca os hábitos dos brasileiros.

O estudo da empresa, especializada em pesquisa de mercado e consultoria, foi realizado em março de 2021. Foram entrevistadas 5.340 pessoas de todo o Brasil.

+ Em um ano, farmácias detectaram mais de 1 milhão de casos de covid, diz Abrafarma
+ Precificação de IPO reduzido da farmacêutica Blau fica para dia 15

Valor Percebido

As drogarias regionais estão em alta quanto ao custo-benefício percebido, como a experiência em relação ao preço, por exemplo. O melhor índice foi atribuído à Coop (localizada na região do Grande ABC e interior de São Paulo). Veja abaixo as top 10 do ranking:

-1º Coop

+ Jaguar Land Rover: a luta contra a falta de confiança dos consumidores

-2º São João

-3º Venâncio

-4° Drogaria 24 Horas

-5° Ultrafarma

-6° Panvel

-7° Farmais

-8° Nissei

-9° Drogasil

-10° Globo

 Força da Marca

A drogaria campeã no ranking “Força da Marca” (ou a atração e menor rejeição perante clientes e não clientes) é a Drogasil. Veja abaixo as top 10 do ranking em força de marca:

-1° Drogasil

-2° Pague Menos

-3° Droga Raia

-4° São Paulo

-5° Ultrafarma

-6° Pacheco

-7° Preço Popular

-8° Panvel

-9° Araújo

-10° Nissei

Preferências dos consumidores

Entre as preferências dos brasileiros estão as compras online, que aceleraram durante a pandemia. A adesão dos consumidores aumentou de 21,4% (2019) para 25,9% em 2021.

O Sudeste concentra os consumidores que mais costumam utilizar a internet para comprar produtos nas drogarias (32,9%) e a capital de São Paulo lidera com 47,4%.

As visitas mensais às lojas físicas também diminuíram em 2021, agora são menos de duas vezes (1,9), sendo que em 2019 a média era 2 vezes e em 2018 era de 2,04.

Fidelidade

Os programas de fidelidade das drogarias aumentaram de 31,2% para 34,2% de penetração.

Genéricos permanecem em alta

A compra de medicamentos genéricos está solidificada entre os consumidores, sendo que 88% usam.

Serviços

O uso de serviços nas drogarias, como tirar a pressão, aumentou entre 2019 e 2021: de 41% para 48%.

Veja também

+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel