Edição nº 1087 14.09 Ver ediçõs anteriores

Família desvalorizada

Família desvalorizada

Um estudo publicado pela Associação Americana de Sociologia mostra que donas de casa, ou donos de casa, enfrentam muita dificuldade para voltar ao mercado de trabalho. A pesquisa utilizou currículos fictícios para mensurar o retorno dos empregadores. A conclusão foi que profissionais que tiraram um tempo para cuidar dos filhos, de ambos os sexos, tinham metade da probabilidade de conseguir uma entrevista de emprego. O estudo mostrou que pessoas desempregadas por longos períodos são vistas como desatualizadas. Donos ou donas de casa, ao mesmo tempo, são considerados menos confiáveis e descompromissados com o trabalho.

(Nota publicada na Edição 1060 da Revista Dinheiro)


Mais posts

Dieta devastadora

O aquecimento global deve elevar a temperatura média da Terra em 2°C até 2100. Além de agravar eventos como secas e inundações, o [...]

Legião sedentária

Mais de 1,4 bilhão de pessoas no mundo não praticam atividades físicas regularmente. É o que revela um estudo realizado pela [...]

Ajuda sueca

O plástico tornou-se o grande vilão dos mares, rios e oceanos em todo o mundo. Não seria diferente na África. Devido ao acúmulo de lixo [...]

Mulher empreendedora

O Club Homs, em São Paulo, será a casa da sétima edição do Fórum Empreendedoras, organizado pela Rede Mulher Empreendedora, nos dias 20 [...]

Molho sustentável

Uma das paixões do casal de empresários Leticia e Peter Feddersen é a gastronomia. A outra é viajar. Em meio a uma série de viagens ao [...]
Ver mais
X

Copyright © 2018 - Editora Três
Todos os direitos reservados.

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicaçõs Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.