Dinheiro e Tecnologia

Facebook avisa investidores que sua criptomoeda, a Libra, pode não ser lançada

O Facebook cita incertezas regulatórias como o principal fator para colocar em cheque o plano

Facebook avisa investidores que sua criptomoeda, a Libra, pode não ser lançada

Desde o seu anuncio, em maio, diversos políticos e entidades financeiras manifestaram desconfiança com o novo sistema, principalmente pelo histórico de falhas nas políticas de privacidade da rede social

Desde que o Facebook anunciou a criação de uma criptomoeda própria, chamada de Libra, o mundo começou a questionar o tamanho que este projeto poderia tomar diante do tamanho da companhia na internet. A reação veio na forma dos reguladores, americanos e europeus, que sabatinaram Mark Zuckerberg e outros ligados a Libra para esclarecer os limites da moeda virtual.

Os questionamentos ligaram sinal de alerta no Facebook, que durante o anúncio dos resultados do segundo trimestre de 2019, avisou a seus investidores da possibilidade da Libra nem ao menos sair do papel. Apesar do recado, a empresa reiterou a intenção de lançar sua moeda digital ainda em 2020, conforme previa o plano original.

O Facebook cita incertezas regulatórias como o principal fator para colocar em cheque o plano, principalmente as questões levantadas por David Marcus, que faz parte do comitê do senado americano sobre bancos. Há ainda a desconfiança sobre questões ligadas a segurança digital, que rendeu a empresa multa milionária.

A companhia também tem dúvidas sobre como eles farão a implantação da moeda, uma vez que eles não tem experiência com isto. Há dúvidas sobre como implementar sistemas e serviços relacionadas a Libra nas plataformas do Facebook.