Negócios

Exxon Mobil pode ter uma baixa contábil de até US$ 20 bilhões

Crédito: Divulgação - Exxon Mobil

A projeção da empresa é que o aumento dos preços do petróleo, gás e dos petroquímicos deve melhorar os resultados do quarto trimestre de 2020 (Crédito: Divulgação - Exxon Mobil)

A petroleira norte-americana Exxon Mobil prevê uma baixa de até US$ 20 bilhões nos ativos de exploração e produção em 2020. A projeção da empresa é que o aumento dos preços do petróleo, gás e dos petroquímicos deve melhorar os resultados do quarto trimestre de 2020.

Ainda assim, a companhia prevê uma baixa contábil entre US$ 18 bilhões e US$ 20 bilhões nos ativos de exploração e produção, segundo o jornal Valor Econômico.

+ O preço do petróleo fecha 2020 com uma queda de mais de 20% devido à covid-19
+ Petróleo fecha em alta, com estoque baixo, expectativa por auxílio e dólar fraco

Atualmente a companhia está presente no Rio de Janeiro, São Paulo, Paulínia e Curitiba. A companhia é atualmente a maior detentor de área dentre as operadoras internacionais no Brasil com mais de 10.000 km2 e participação em 28 blocos nas bacias de Campos, Santos e Sergipe-Alagoas com os parceiros Petrobras, Equinor, Petrogal Brasil, Qatar Petroleum, Enauta e Murphy.



Veja também
+ Casamento de Ana Maria Braga chega ao fim após marido maltratar funcionários, diz colunista
+ Conheça a eficácia de cada vacina no combate à Covid-19
+ Veja fotos de Karoline Lima, novo affair de Neymar
+ Lázaro Barbosa consegue fugir de novo da polícia após tiroteio
+ Gracyanne Barbosa dança pole dance com novo visual
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Após processar nora, mãe de Medina a acusa de ter destruído sua casa; veja fotos
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Fondue de chocolate com frutas fácil de fazer
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago