Edição nº 1129 12.07 Ver ediçõs anteriores

Exportações de espumantes brasileiros crescem 64% no 1º tri

Exportações de espumantes brasileiros crescem 64% no 1º tri

Diego Bertolini, da Wines of Brazil, comemora. Neste primeiro trimestre de 2018, as exportações de espumantes brasileiros cresceram 63,92% em valor, na comparação com igual período do ano passado. O preço médio do litro exportado foi de US$ 4,90. Chile, Ásia (aqui incluídos Cingapura, China, Japão e Hong Kong) e Estados Unidos são os países que mais compraram as nossas borbulhas nestes três meses do ano.

Este resultado traz força à corrente de produtores locais que acredita que os espumantes devem ser o foco principal da pauta de exportação dos brancos e tintos brasileiros. Entre as razões, está o fato de a bebida ser uma vocação brasileira (ao menos, nas principais regiões produtoras) e possibilita uma venda de maior valor agregado. Além disso, se o Brasil focar em um produto é mais fácil criar uma identificação para o consumidor internacional de qual é a nossa expertise. E isso, em um segundo momento, pode abrir caminho para as demais bebidas elaboradas por aqui.

 


Mais posts

Feira Naturebas reúne vinhos orgânicos, biodinâmicos e naturais em SP

A feira de vinhos orgânicos, biodinâmicos e naturais traz a sustentabilidade emtodas as suas etapas. Evento inicia neste fim de semana [...]

Por que o vinho entrou na pauta econômica?

Além das discussões sobre a substituição tributária, a bebida é tema do acordo bilateral entre Mercosul e União Europeia

Um vinho brasileiro natural em Nova York

Luiz Henrique Zanini apresenta o seu vinho “laranja” Era dos Ventos Peverella

Uma semana para provar vinhos

A Pró-Vinho promove a primeira edição da Semana do Vinho, quando haverá diversas promoções da bebida em todo o Brasil

A importância crescente do enoturismo

A francesa Alice Tourbier, do Les Sources de Caudalie, é o principal destaque do Invino Wine Travel Summit, que acontece nesta [...]
Ver mais

Copyright © 2019 - Editora Três
Todos os direitos reservados.

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicaçõs Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.