Economia

Exportações da Alemanha avançam 2,3% em setembro ante agosto

As exportações da Alemanha continuaram se recuperando em setembro, embora em ritmo mais lento que nos meses anteriores. Dados publicados nesta segunda-feira, 9, pela Destatis, como é conhecida a agência de estatísticas alemã, mostram que as exportações avançaram 2,3% na comparação de setembro ante agosto, em termos ajustados. O resultado ficou levemente abaixo da expectativa de analistas consultados pelo The Wall Street Journal, que previam alta de 2,4% no período. Já as importações recuaram 0,1% no confronto de setembro ante agosto.

Em relação a fevereiro, mês anterior às medidas ligadas à covid-19, as exportações da Alemanha diminuíram 7,7% e as importações recuaram 5,7% em setembro, informou a Destatis.

As exportações totalizaram 109,8 bilhões de euros, enquanto as importações somaram 89,0 bilhões de euros, ambas em termos ajustados. Das exportações, 59,1 bilhões de euros foram para os Estados membros da União Europeia e 50,7 bilhões de euros para outros países.

O superávit comercial da Alemanha em setembro ficou em 17,8 bilhões de euros (US$ 21,2 bilhões), considerando-se tanto ajustes sazonais quanto de calendário, disse a Destatis. Economistas ouvidos pelo The Wall Street Journal previram um superávit comercial de 16,0 bilhões de euros.



Veja também
+ Casamento de Ana Maria Braga chega ao fim após marido maltratar funcionários, diz colunista
+ Conheça a eficácia de cada vacina no combate à Covid-19
+ Veja fotos de Karoline Lima, novo affair de Neymar
+ Lázaro Barbosa consegue fugir de novo da polícia após tiroteio
+ Gracyanne Barbosa dança pole dance com novo visual
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Após processar nora, mãe de Medina a acusa de ter destruído sua casa; veja fotos
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Fondue de chocolate com frutas fácil de fazer
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago