Economia

Exportação de bens de capital tem 7ª queda seguida em agosto em monitor da FGV

A exportação medida pelo Monitor do Produto Interno Bruto (PIB) divulgado pelo Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getúlio Vargas (Ibre/FGV) na manhã desta quarta-feira, 16, apresentou queda de 7,3% no trimestre móvel findo em agosto, em comparação com o mesmo trimestre de 2018. A principal retração foi na série de bens de capital, que apresentou queda de 49%, a sétima consecutiva, nesta comparação.

À exceção de serviços, que teve fraco crescimento, de 0,3%, todos os demais grandes grupos de exportação se retraíram neste trimestre.

A importação retraiu 4,1% no trimestre móvel findo em agosto, comparativamente ao mesmo trimestre de 2018.

O efeito base também influenciou na queda do volume importado, tendo em vista as elevadas retrações dos bens de capital (-33,5%) e dos bens de consumo duráveis (-22,9%) quando estes haviam crescido 142,9% e 49,7%, respectivamente, no trimestre móvel findo em agosto de 2018.

Como ponto positivo, a FGV destacou a elevação do volume importado de bens intermediários, uma alta de 7,7% no período.

Veja também

+ Funcionário do Burger King é morto por causa de demora em pedido

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020

+ Bolsonaro veta indenização a profissionais de saúde incapacitados pela covid-19

+ Nascidos em maio recebem a 4ª parcela do auxílio na quarta-feira (05)

+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?