Finanças

EWZ termina em queda de 1,5%, após demissões de Funchal e Bittencourt

O EWZ, principal ETF do Brasil negociado no mercado americano, terminou o after hours em Nova York desta quinta-feira, 21, em queda de 1,53%, a US$ 29,64. O movimento foi influenciado pela debandada de nomes da equipe econômica após o governo chancelar mudanças no cálculo do teto de gastos para bancar novos programas sociais.



Pediram exoneração hoje à noite o secretário especial do Tesouro e Orçamento, Bruno Funchal, e o secretário do Tesouro Nacional, Jeferson Bittencourt, além de seus respectivos adjuntos, Gildenora Dantas e Rafael Araújo.


Veja também
+ Horóscopo: confira a previsão de hoje para seu signo
+ Vídeo: Motorista deixa carro Tesla no piloto automático e dorme em rodovia de SP
+ Vale-alimentação: entenda o que muda com novas regras para benefício
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Descoberto na Armênia aqueduto mais oriental do Império Romano
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Passageira agride e arranca dois dentes de aeromoça
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Lago Superior: a melhor onda de água doce do mundo?