Negócios

Evergrande é alvo de processo de liquidação em Hong Kong

Crédito: REUTERS/Aly Song

Acionista da unidade da China Evergrande Fangchebao (FCB) disse nesta segunda que entrou com petição de liquidação da incorporadora imobiliária em Hong Kong (Crédito: REUTERS/Aly Song)



Por Clare Jim

HONG KONG (Reuters) – Um acionista da unidade da China Evergrande Fangchebao (FCB) disse nesta segunda-feira que entrou com uma petição de liquidação da incorporadora imobiliária em Hong Kong, pois a companhia não honrou um acordo de recompra de ações adquiridas na FCB.

Trata-se da primeira petição de liquidação da Evergrande de que se tem conhecimento. O grupo tem mais de 300 bilhões de dólares em passivos e sua dívida offshore foi considerada inadimplente depois de não cumprir obrigações de pagamento no final do ano passado.

Rússia rejeita acusações de calote e diz a investidores para procurarem agentes ocidentais




A holding de investimentos Top Shine Global comprou em março do ano passado 0,46% da FCB, um marketplace online imobiliário e automotivo, por 750 milhões de dólares de Hong Kong (95,6 milhões de dólares). A operação ocorreu no âmbito da venda pela Evergrande de 10% da unidade para 17 investidores por um total de 2,10 bilhões de dólares antes de uma planejada oferta pública inicial de ações (IPO) da FCB.

Um executivo da Top Shine disse à Reuters que, segundo o acordo, se um IPO não se concretizasse até 8 de abril deste ano, a Evergrande teria que recomprar as ações com um prêmio de 15%.

Na petição, a Top Shine cobra que a Evergrande honre o acordo de recompra das ações, disse o executivo, sem dar mais detalhes. A pessoa não quis ser identificada devido à sensibilidade do assunto.


A Evergrande não respondeu imediatamente a um pedido de comentário sobre a petição.

Os registros do Tribunal Superior de Hong Kong mostraram que a petição foi apresentada na sexta-feira, e uma audiência será realizada em 31 de agosto, de acordo com o site do órgão.

A fonte acrescentou que a decisão de entrar com a ação é independente do processo de reestruturação da Evergrande, embora a Top Shine seja considerada credora.

O beneficiário final da Top Shine é Lin Ho Man, que também investiu mais 0,46% na FCB por meio de outra entidade, a Triumph Roc International, de acordo com documento do ano passado.

(Por Clare Jim; reportagem adicional de Kiki Lo)

tagreuters.com2022binary_LYNXMPEI5Q0JW-BASEIMAGE






Tópicos

a China Evergrande bolsa china bolsa de hong kong Bolsa Hong Kong Bolsas Ásia calote dívida grupos imobiliários incorporadoras China china banco central china bleckoput china coronavírus 2022 china covid china crescimento 2022 CHINA CRISE EnERGÉTICA china economia 2021 china injeção no mercado Evergrande china injeta dinheiro na economia Evergrande china juros básicos china lockdown 2022 china pandemia china PIB 2022 china produção crise energética china setor imobiliário 2022 china sistema financeiro Evergrande china superávit construção china 2022 crise de liquidez evergrande derrubando o mercado de Hong Kong para uma mínima em quase um ano evergande Chinese Estates Holdings evergrande ações evergrande bilionário de Hong Kong Joseph Lau Chan Hoi-wan evergrande bolsa de Tóquio evergrande bolsa volta evergrande bolsas internacionais Evergrande calote Evergrande calote próximo evergrande colapso evergrande crise financeira evergrande despenca Evergrande é alvo de processo de liquidação em Hong Kong evergrande economia china evergrande efeito borboleta evergrande efeito dominó evergrande endividado 2022 evergrande gigante setor imobiliário china evergrande impacto evergrande lehman Brothers evergrande mercados mundiais evergrande pagamento de juros evergrande títulos exportações china Fitch corta nota evergrande grupo fantasia calote incorporadora dívida evergrande pandemia ressurge china pólo industrial do nordeste da China suspende operações tórrida sessão para a incorporadora mais endividada do mundo Updated