Europeus contra importações brasileiras

Europeus contra importações brasileiras

Aumenta a ameaça de impactos negativos na economia frente o descaso das autoridades com a Amazônia. Na terça-feira 15, oito países europeus enviaram carta ao vice-presidente da República afirmando que o atual ritmo de desmatamento dificulta a compra de produtos brasileiros por consumidores do continente. Segundo o Instituto YouGov, três em cada quatro cidadãos do bloco querem que a União Europeia pare de fazer negócios com o Brasil devido a questões ambientais. Na França e Espanha, o percentual dos que pedem o fim das relações chega a 78%. Entre os alemães, a taxa é de 74% e de 71% na Holanda. Em média, 70% desejam que o bloco só assine novos tratados comerciais com países que sigam os compromissos da região contra as mudanças climáticas.

Uma petição organizada por ONGs reúne assinaturas de 1,7 milhão de europeus que exigem o fim das transações entre os blocos. Além das queimadas, eles citam o uso excessivo de agroquímicos para pedir o fim das importações de frutas e legumes. No Brasil, 200 representantes do agronegócio, terceiro setor e universidades criaram o movimento Coalização Brasil. Eles levaram ao governo seis medidas para reduzir a derrubada da floresta. De agosto de 2019 a julho de 2020, a área sob risco de desmatamento chegou a 9.216 km².

Evandro Rodrigues

(Nota publicada na edição 1189 da Revista Dinheiro)

Veja também

+ Grave acidente do “Cake Boss” é tema de reportagem especial

+ Ivete Sangalo salva menino de afogamento: “Foi tudo muito rápido”

+ Bandidos armados assaltam restaurante na zona norte do RJ
+ Mulher é empurrada para fora de ônibus após cuspir em homem
+ Caixa substitui pausa no financiamento imobiliário por redução de até 50% na parcela
+ Teve o auxílio emergencial negado? Siga 3 passos para contestar no Dataprev
+ iPhone 12: Apple anuncia quatro modelos com preço a partir de US$ 699 nos EUA
+ Veja mudanças após decisão do STF sobre IPVA
+ T-Cross ganha nova versão PCD; veja preço e fotos
+MasterChef: competidora lava louça durante prova do 12º episódio’
+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil
+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados
+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020
+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea
+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?


Mais posts

Coca-cola de papel

Uma das maiores produtoras de bebidas — e, portanto, de latinhas, garrafas pet e de vidro — do mundo, a Coca-Cola quer diminuir seu impacto no Planeta. A empresa queteve 69% de suas embalagens coletadas e tratadas no ano passado, quer subir o percentual para 100% até 2030. Atualmente, de acordo com o relatório de […]

Baleia à vista

Não foram só as atividades econômicas, as prejudicadas pelo isolamento social imposto pela pandemia. As de pesquisa e ações para [...]

Inclusão digital nas escolas de Osasco

Uma parceria entre a B2W Digital e a ONG HumaniTI promove um projeto de cultura digital em 56 escolas municipais de Osasco (SP). A [...]

Sintecsys no combate a incêndios

Uma agtech brasileira dedicada a detecção automática de incêndios está chamando atenção do mercado nacional e internacional. No Brasil, [...]

Solidariedade em alta

Diante do caos social, sanitário e econômico que a pandemia da Covid-19 trouxe, é até difícil enxergar o lado meio cheio do copo nesta [...]
Ver mais

Copyright © 2020 - Editora Três
Todos os direitos reservados.

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicaçõs Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.