Agronegócio

EUA vendem 6,1 mil t de carne suína para a China na semana, diz USDA

São Paulo, 29 – Exportadores norte-americanos venderam 6,1 mil toneladas de carne suína com entrega para o ano comercial 2020 para a China na semana encerrada em 21 de maio, de acordo com dados do relatório semanal de exportações do Departamento de Agricultura dos EUA (USDA) divulgado na manhã desta sexta-feira, 29. O volume representa alta expressiva ante a semana anterior, quando importadores chineses cancelaram compras de 12,6 mil toneladas de carne suína norte-americana.

A China foi o segundo principal destino de vendas de carne suína dos Estados Unidos na semana, com 30% do volume total vendido pelo país de 20,6 mil toneladas, ficando atrás apenas do México (9 mil t). Na sequência, está o Canadá (2,2 mil t), Japão (2,2 mil t) e a Albânia (400 t).

O volume embarcado para a China, de contratos fechados anteriormente, alcançou 15,2 mil toneladas na China. Os embarques totais da carne suína norte-americana somaram 34,5 mil toneladas no período.

Exportadores norte-americanos ainda esperam realizar expressivas vendas para a China, que tem apresentado maior necessidade de importação de proteína animal, embora o país asiático esteja recuperando o seu plantel após a epidemia da peste suína africana (ASF, na sigla em inglês).

O Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) estima que as importações de carne suína pela China devem aumentar 57% neste ano para o recorde de 3,9 milhões de toneladas.

Veja também

+ Receita abre consulta a segundo lote de restituição de IR, o maior da história
+ Homem encontra chave de fenda em pacote de macarrão
+ Baleias dão show de saltos em ilhabela, veja fotos!
+ 9 alimentos que incham a barriga e você não fazia ideia
+ Modelo brasileira promete ficar nua se o Chelsea for campeão da Champions League
+ Cuide bem do seu motor, cuidando do óleo do motor
+ 12 dicas de como fazer jejum intermitente com segurança