Giro

EUA vai investigar piloto automático da Tesla após acidentes

Crédito: Reprodução/Vimeo Tesla

O sistema de piloto automático da Tesla teria um problema para localizar alguns veículos (Crédito: Reprodução/Vimeo Tesla )

O governo dos Estados Unidos vai investigar formalmente o sistema de direção parcialmente automatizado da Tesla. O “piloto automático” está presente em 765.000 automóveis – a maioria comercializado naquele país desde 2014. As informações foram divulgadas pelo Daily Mail.

Segundo a reportagem, nos últimos três anos, foram identificados 11 acidentes em que 17 pessoas ficaram feridas e uma morreu.



+ Tesla retoma obrigatoriedade de máscaras em fábrica por causa de variante Delta
+ Musk sugere que Tesla possui ‘algo próximo’ a US$ 1,47 bilhões em bitcoin

O acidente mortal ocorreu em Cloverdale, Indiana, em dezembro de 2019. A passageira Jenna Monet faleceu depois de o Tesla, conduzido pelo seu marido, bater nas costas de um caminhão de bombeiros estacionado.

A investigação abrange toda a linha de produtos da empresa de Elon Musk, sendo os modelos Y, X, S e 3, desde os anos do modelo 2014 até 2021.

+ Especialista revela o segredo dos bilionários da bolsa. Inscreva-se agora e aprenda!