Economia

EUA têm crescimento ‘modesto’ em meio a incertezas comerciais, diz Fed

EUA têm crescimento ‘modesto’ em meio a incertezas comerciais, diz Fed

(Junho) Contêineres no Porto de Los Angeles - AFP

A atividade econômica nos Estados Unidos manteve um ritmo “modesto” de crescimento nos últimos dois meses, embora as incertezas comerciais pesem muito sobre a tomada de decisões das empresas, avalia o Federal Reserve (Fed, banco central americano) em seu Livro Bege, publicado nesta quarta-feira.

“A atividade econômica continuou a se expandir em um ritmo modesto entre meados de maio e início de julho”, disse o Fed em seu relatório.

Das 12 regiões do país consideradas na pesquisa realizada pelo Fed, dez registraram crescimento lento, como foi o caso em Nova York, e duas (Cleveland e Chicago) estagnação. Mas outras como Atlanta e Richmond colheram lucros pelo fortalecimento do turismo.

A análise indica que, em tempos de fortes receios sobre o impacto econômico das disputas iniciadas pelo presidente Donald Trump, o país mantém uma forte criação de emprego e controle da inflação, embora em níveis baixos.

No entanto, as preocupações com o comércio podem pesar sobre a decisão do Fed no final deste mês, algo amplamente esperado pelo mercado.

Embora “as perspectivas sejam geralmente positivas para os próximos meses”, o relatório deu conta, antes da reunião de política monetária, das “amplas preocupações” sobre os possíveis danos causados pela “incerteza ligada ao comércio”.

Washington e Pequim retomaram as negociações neste mês, embora autoridades dos EUA alertem que o fim do conflito não é certo.