Giro

EUA sanciona outros dois líderes da junta militar de Mianmar

EUA sanciona outros dois líderes da junta militar de Mianmar

Mulher segura cartaz com a imagem da manifestante morta a tiros Mya Thwate Thwate Khaing, durante protesto contra o golpe militar, em Yangon, Mianmar, em 19 de fevereiro de 2021 - AFP

Os Estados Unidos anunciaram nesta segunda-feira (22) sanções contra outros dois líderes da junta militar de Mianmar e prometeu tomar novas medidas se o exército voltar a usar a força contra cidadãos que protestam contra o recente golpe de Estado no pequeno país asiático.

Washington decidiu congelar todos os bens que o general Maung Maung Kyaw, comandante da Força Aérea, e o tenente-general Moe Myint Tun possuíam nos Estados Unidos, e vetar suas entradas no país.

“Não hesitaremos em tomar novas medidas contra aqueles que cometem violência e anulam a vontade do povo”, afirmou o chefe da diplomacia americana, Antony Blinken. “Não vacilaremos em nosso apoio ao povo de Mianmar”, acrescentou.

“Pedimos às forças armadas e à polícia que cessem seus ataques a manifestantes pacíficos, libertem imediatamente todos os detidos injustamente, parem de atacar e intimidar jornalistas e ativistas e restabeleçam o governo democraticamente eleito”, declarou Blinken em um comunicado.



Horas antes, a União Europeia também anunciou sanções contra as forças armadas birmanesas, aumentando a pressão sobre a junta militar que derrubou o governo de Aung San Suu Kyi em 1º de fevereiro.

A junta alertou os manifestantes que eles correm o risco de “morrer” se continuarem seu movimento, após a morte de três manifestantes no fim de semana.

Os Estados Unidos já haviam imposto sanções a outros militares de alto escalão, incluindo o general Min Aung Hlaing, o homem que chefia a junta.

Veja também

+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel