Economia

EUA sanciona autoridades iranianas acusadas de violações dos direitos Humanos

EUA sanciona autoridades iranianas acusadas de violações dos direitos Humanos

Ministro do Interior do Irã, Abdolreza Rahmani Fazli durante coletiva de imprensa em 29 de setembro de 2019 - AFP/Arquivos

O Departamento do Tesouro dos Estados Unidos sancionou, nesta quarta-feira (20), várias autoridades iranianas, incluindo o ministro do Interior Abdolreza Rahmani Fazli, acusando-as de violações dos direitos Humanos.

“O regime iraniano reprime violentamente a dissidência do povo iraniano, incluindo manifestantes pacíficos, mediante abusos físicos e psicológicos”, disse o secretário do Tesouro, Steven Mnuchin, em comunicado.

Essas sanções, além de uma série de disposições contra o governo de Teerã, também afetam sete oficiais das Forças de Segurança (LEF) e um comandante da Guarda Revolucionária.

Segundo o governo dos Estados Unidos, Rahmani Fazli é responsável pela morte de centenas de iranianos desde que se tornou ministro.

O Tesouro observou que Rahmani Fazli também ocupa o cargo de chefe do Conselho de Segurança Interna do Irã e que, em novembro de 2019, ele ordenou reprimir com forças letais um protesto no qual pelo menos 23 menores morreram.

Além das sanções que impedem o uso do circuito financeiro americano sob o risco de congelamento de seus ativos, os Estados Unidos impuseram uma proibição de entrada no país para o ministro e toda a sua família.

O Tesouro também sancionou o Brigadeiro-General Hassan Shahvarpour Najafabadi; ao comandante das Forças de Segurança (LEF), Hosein Ashtari Fard, e ao vice-comandante do mesmo corpo, Ayoub Soleimani.

Washington aponta para as LEFs como responsáveis por graves violações dos direitos humanos que ocorreram desde as disputadas eleições presidenciais de junho de 2009 e pelos protestos que se seguiram.

Veja também

+ Carreira da Década - Veja como ingressar na carreira que faltam profissionais, mas sobram vagas
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel