Giro

EUA podem adiar imposição de tarifas sobre China

Negociadores dos Estados Unidos (EUA) e da China estariam trabalhando para adiar uma nova rodada de negociações envolvendo tarifas americanas sobre importações chinesas, cujo início está previsto para 15 de dezembro. Segundo o periódico The Wall Street Journal, o adiamento visa a fazer com que eles possam seguir negociando, mesmo que não consigam fechar um acordo até essa data.

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, ameaçou impor tarifas adicionais sobre produtos da China, tais como smartphones e roupas, no valor de US$ 160 bilhões.

Um acordo entre os dois lados permanece indefinido, já que os países divergem sobre questões que envolvem a quantidade de produtos agropecuários americanos a serem adquiridos pelo lado chinês, além de como retirar tarifas.

O The Wall Street Journal noticiou que Trump ainda não tomou uma decisão sobre a planejada imposição de tarifas.

*Agência pública de televisão do Japão

Veja também

+ Quarta parcela do auxílio sai hoje (14) para os nascidos em agosto

+ Cunhado de Maradona morre de Covid-19 na Argentina

+ Nazistas ou extraterrestres? Usuário do Google Earth vê grande ‘navio de gelo’ na costa da Antártida

+ Avaliação: Chevrolet S10 2021 evoluiu mais do que parece

+ Grosseria de jurados do MasterChef Brasil é alvo de críticas

+ Carol Nakamura anuncia terceira prótese: ‘Senti falta de seios maiores’

+ Ex-Ken humano, Jéssica Alves exibe visual e web critica: ‘Tá deformada’

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020

+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea

+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?