Giro

EUA nega ter desviado máscaras destinadas à Alemanha

EUA nega ter desviado máscaras destinadas à Alemanha

Policiais alemãs patrulham em parque do aeroporto Tempelhof em 5 de abril de 2020 em Berlim - AFP

Os Estados Unidos negaram nesta segunda-feira o desvio de 200.000 máscaras de proteção contra coronavírus destinadas à polícia alemã, como Berlim acusou, e denunciaram “campanhas de desinformação” para semear discórdia.

“O governo dos Estados Unidos não tomou nenhuma medida para desviar as máscaras (da empresa) 3M destinadas à Alemanha e não sabia da existência dessa remessa”, disse à AFP um porta-voz da embaixada dos EUA na Alemanha.

China exportou quase 4 bilhões de máscaras por coronavírus desde março

Coronavírus faz mais de 60.000 mortos em um mundo onde as máscaras se impõem



Na sexta-feira, as autoridades de Berlim alegaram que um pedido de 200.000 máscaras faciais destinadas à polícia de Berlim para lidar com a pandemia de COVID-19 havia sido “confiscado” no aeroporto de Bangcoc, na Tailândia, e disseram suspeitar de Washington.

Uma autoridade disse que se tratava de “pirataria moderna” e o prefeito de Berlim, Michael Müller, tuitou que “as ações do presidente dos EUA são tudo menos solidárias e responsáveis. Isso é desumano e irresponsável”.

Vários presidentes de regiões francesas acusaram os Estados Unidos de reter máscaras que a China prometeu vender para a França, algo que Washington rejeitou.

Veja também

+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel