Economia

EUA irão importar leite para bebês em fretes aéreos militares

EUA irão importar leite para bebês em fretes aéreos militares

Prateleiras vazias na seção de leite em pó para bebês em supermercado nos Estado Unidos, em 16 de maio de 2022 - AFP



O governo dos EUA irá organizar uma ponte aérea para importar leite em pó para bebês por meio de aviões comerciais fretados pelas Forças Armadas para suprir a escassez do produto, anunciou a Casa Branca nesta quarta-feira.

O Departamento de Defesa “usará seus contratos com companhias aéreas de carga, como fez para transportar materiais nos primeiros meses da pandemia. A conexão aérea por rotas regulares irá agilizar a importação e distribuição de leite em pó e servirá de apoio imediato enquanto as fabricantes aumentam a produção”, e os esforços para a operação aérea são redobrados.

O presidente dos EUA, Joe Biden,mencionou a lei de produção de defesa para dar prioridade às fabricantes do produto para bebês.

O desespero pela fórmula infantil cresce entre as famílias americanas, em meio à tempestade perfeita de problemas na rede de abastecimento e recalls em massa do produto. A taxa média de desabastecimento de leite em pó para bebês chegou a 43% no começo do mês, segundo a Datasembly, que colheu informações de mais de 11.000 vendedores.