Ciência

EUA convoca embaixador chinês por teoria da conspiração envolvendo Covid-19

EUA convoca embaixador chinês por teoria da conspiração envolvendo Covid-19

(Arquivo) O embaixador da China nos Estados Unidos, Cui Tiankai - AFP/Arquivos


Os Estados Unidos convocaram nesta sexta-feira o embaixador da China, depois que uma autoridade em Pequim publicou um tuíte sugerindo que os militares americanos iniciaram a pandemia de Covid-19, informou o Departamento de Estado.

David Stilwell, o principal diplomata dos EUA na Ásia, apresentou uma manifestação severa ao embaixador Cui Tiankai um dia depois que o porta-voz do Ministério das Relações Exteriores, Zhao Lijian, tuitou a teoria da conspiração.

+ Raios ultravioleta para desinfetar os ônibus na China
+ China libera € 70 bilhões para fortalecer sua economia 

“A China está tentando desviar as críticas por seu papel em iniciar uma pandemia global e não contar ao mundo”, disse uma autoridade do Departamento de Estado.

“A divulgação de teorias da conspiração é perigosa e ridícula. Quisemos avisar ao governo que não toleraremos isso, para o bem do povo chinês e do mundo”, disse a autoridade.

Zhao, em tuítes em mandarim e em inglês que ganharam grande destaque nas mídias sociais chinesas, um dia antes, sugeriu que o “paciente zero” na pandemia global pode ter vindo dos Estados Unidos – não da metrópole chinesa de Wuhan, onde os primeiros casos foram relatados no final de 2019.

“Pode ser que um militar dos EUA tenha trazido a epidemia para Wuhan. Seja transparente! Torne públicos seus dados! Vocês nos devem uma explicação”, tuitou Zhao, conhecido por suas declarações provocadoras nas mídias sociais.

Os cientistas, de modo geral, acreditam que a pandemia começou em um mercado em Wuhan que vendia animais exóticos para consumo.

A partir de 17H00 GMT na sexta-feira, mais de 5.300 pessoas morreram em todo o mundo e mais de 140.000 foram infectadas.

Cui, em contraste com Zhao, é conhecido por sua abordagem diplomática e pediu publicamente a cooperação EUA-China contra a pandemia.