Edição nº 1129 12.07 Ver ediçõs anteriores

EUA começam a punir divulgação de deep fakes

O estado da Virgínia (EUA) é o primeiro a ampliar suas leis relacionadas a Revenge Porn (Pornografia de Vingança), que é a exposição na internet de imagens íntimas de terceiros sem consentimento, mesmo que tenham sido gravadas de forma autorizada. A legislação foi alterada para abranger não apenas o compartilhamento de fotos ou vídeos não autorizados, mas também incluir a proibição de criar imagens de alguém sem o consentimento – os deep fake vídeos. Agora, no estado, compartilhar deep fakes sem a permissão da pessoa envolvida pode dar 12 meses de prisão e multa de US$ 2,5 mil. Esse tipo de conteúdo apareceu no fim de 2017 numa conta do Reddit em que uma pessoa, que assinava DeepFake, mixava rostos de atrizes famosas com vídeos pornôs.

(Nota publicada na Edição 1128 da Revista Dinheiro)


Mais posts

Bill Gates revela o segredo de Steve Jobs: feitiços

Bill Gates soltou a língua. Há duas semanas resolveu dizer numa entrevista qual foi o maior de todos os erros que cometeu na carreira [...]

Por violação de dados, British Airways é multada em US$ 230 milhões

O Information Commissioner’s Office (ICO), agência que trata da proteção de dados e informações no Reino Unido, aplicou uma multa [...]

Robô enfermeiro supre demanda nos EUA

Dados do escritório de estatísticas de trabalho dos Estados Unidos mostram que a profissão de enfermeiro está em alta no país e que [...]

Informação online

(Nota publicada na Edição 1129 da Revista Dinheiro)

US$ 500.000

Este é o valor do prejuízo causado por hackers a cerca de 900 clientes da rede 7-Eleven Japan por meio de ataque a um aplicativo de pagamentos recém-lançado pela empresa. O serviço foi suspenso e os clientes serão ressarcidos. (Nota publicada na Edição 1129 da Revista Dinheiro)

Ver mais