Economia

EUA anunciam mais US$ 225 milhões em assistência global contra coronavírus

Crédito: Wikipedia

Mike Pompeo: "Os Estados Unidos são capazes de fornecer assistência impactante a nossos parceiros no exterior" (Crédito: Wikipedia)


Visando liderar a resposta mundial à pandemia do novo coronavírus, os Estados Unidos anunciaram nesta quarta-feira, 8, a liberação de mais US$ 225 milhões em assistência médica, humanitária e econômica para fortalecer o combate global à doença. Os EUA já tinham disponibilizado US$ 274 milhões em ajuda.

Para BC, crise é difícil de ser quantificada e existe medo grande do vírus

Governo destinará R$ 900 mi para bancar conta de luz de famílias de baixa renda

“Os Estados Unidos são capazes de fornecer assistência impactante a nossos parceiros no exterior, sem prejudicar o fornecimento de suprimentos para o povo americano”, diz nota assinada pelo secretário de Estado americano, Mike Pompeo. “Manteremos todos os itens médicos necessários nos Estados Unidos até que a demanda doméstica seja atendida”, segue Pompeo.

Líderes mundiais têm criticado o governo americano reter a venda de equipamentos médicos, como forma de atender a demanda interna, mas prejudicando o abastecimento de outras nações afetadas pelo novo coronavírus.

Na terça-feira, 7, porém, em coletiva de imprensa, o embaixador dos EUA no Brasil, Todd Chapman, negou que o governo americano esteja agindo dessa maneira.