Giro

Eternit projeta venda de telha solar no 2° trimestre de 2021

Crédito: Reprodução

As placas fotovoltaicas ficam na parte superior das telhas e devem gerar 20% de economia nas casas (Crédito: Reprodução)

Com liberação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para a venda de telhas de concreto com placas geradoras de energia solar, a Eternit projeta comercialização do material apenas no segundo trimestre do ano que vem.

As placas fotovoltaicas da empresa são inseridas na parte de cima das telhas. Elas medem 36,5 cm por 47,5 cm e cada placa é capaz de produzir 1,15 Quilowatts hora por mês. A economia gerada com a energia solar pode chegar a 20%, gerando um retorno do investimento em, no mínimo, 3 anos.

+ Anvisa amplia número de voluntários para testar vacina de Oxford
+ Custo da construção sobe 0,88% em agosto, diz IBGE

A Eternit indica que para casa pequenas serão necessárias 150 telhas solares, e nas maiores, por outro lado, esse número pode chegar a 600.

O material está em fase de produção na fábrica da Tégula Solar, integrante do grupo Eternit, em Atibaia (SP). Por ora, apenas clientes selecionados estão recebendo os protótipos do produto, segundo a revista Exame.

Veja também

+ Caixa substitui pausa no financiamento imobiliário por redução de até 50% na parcela
+ Teve o auxílio emergencial negado? Siga 3 passos para contestar no Dataprev
+ iPhone 12: Apple anuncia quatro modelos com preço a partir de US$ 699 nos EUA
+ Veja mudanças após decisão do STF sobre IPVA
+ T-Cross ganha nova versão PCD; veja preço e fotos
+MasterChef: competidora lava louça durante prova do 12º episódio’
+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil
+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados
+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020
+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea
+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?