Etanol sustentável

Etanol sustentável

A Atvos, uma das maiores produtoras de etanol do país, obteve suas quatro primeiras certificações no Renovabio, para as Unidades Conquista do Pontal, em São Paulo, Rio Claro, em Goiás, e Santa Luzia e Eldorado, ambas no Mato Grosso do Sul. Para quem não conhece, a certificação integra a nova política nacional de biocombustíveis que visa ampliar a produção com base na sustentabilidade ambiental, econômica e social. Na safra 2018/19, as emissões evitadas pelas quatro unidades certificadas totalizaram o equivalente a 2,9 milhões de toneladas de CO2.

(Nota publicada na edição 1160 da Revista Dinheiro)


Mais posts

Campanha global para monitorar ar de edifícios

O World Green Building Council – com a organização independente de pesquisa Wilson Center, a rede mundial do Dia da Terra e o GBC Brasil – lança a campanha Plant a Sensor, com o objetivo de instalar dispositivos para monitorar a qualidade do ar dentro e fora de edifícios. Segundo a Organização Mundial da Saúde […]

Latinhas de alumínio: preferência nacional

Segundo dados da Associação Brasileira dos Fabricantes de Latas de Alumínio (Abralatas) e da Associação Brasileira do Alumínio (Abal), [...]

Clima esquenta, Ebitda esfria

As mudanças climáticas, com elevação da temperatura em todo o planeta, trarão impactos nas cadeias produtivas de todos os setores [...]

O dilema do agronegócio

Reúso e tratamento de efluentes são as soluções para reduzir o consumo de água no agronegócio. É o que defende Leo Cesar Melo, CEO da [...]

Azul seguros reduz uso de papel

Aqui vai um exemplo de como a tecnologia pode ajudar empresas a serem ambientalmente mais sustentáveis. A Azul Seguros, do grupo Porto [...]
Ver mais

Copyright © 2020 - Editora Três
Todos os direitos reservados.

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicaçõs Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.