Finanças

Estoque de títulos bancários cresceu 30% em 2020 impulsionado por CDBs, diz B3

O estoque de títulos bancários cresceu 30% no ano passado, da marca de R$ 1,685 trilhão em 31 de dezembro de 2019 para R$ 2,2 trilhões em 31 de dezembro de 2020, conforme dados da B3. O forte crescimento foi puxado por certificados de depósito bancário (CDBs), cujo estoque aumentou 54,85% no período, de R$ 948 bilhões para R$ 1,468 trilhão.



O estoque de recibos de depósito bancário (RDBs) também subiu 68,35%, de R$ 74,617 bilhões para R$ 125,621 bilhões na mesma base de comparação.

Os depósitos a prazo com garantia especial (DPGE) tiveram uma expansão de R$ 24 bilhões no ano passado, sendo que registravam estoque de apenas R$ 656 milhões em 2019.

Na outra ponta, o estoque de letras de crédito do agronegócio (LCAs), de letras de crédito imobiliário (LCIs), de letras financeiras (LFs) e de letras de câmbio (LCs) terminaram 2020 com volume inferior ao registrado em 2019.

+ O economista Paulo Gala revela os caminhos para investir bem em 2022




Saiba mais
+ SP: Homem morre em pé, encostado em carro, e cena assusta moradores no litoral
+ Um gêmeo se tornou vegano, o outro comeu carne. Confira o resultado
+ Reencarnação na história: uma crença antiquíssima
+ Andressa Urach pede dinheiro na internet: ‘Me ajudem a pagar a fatura do meu cartão’
+ Horóscopo: confira a previsão de hoje para seu signo
+ CNH: veja o que você precisa saber para a solicitação e renovação
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ O que se sabe sobre a flurona?
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ IPVA 2022 SP: veja como consultar e pagar o imposto