Geral

Estado vê embate político; Planalto fala em ‘insensatez’

O chefe da Casa Civil de Roraima, Frederico Linhares, disse ontem que a reabertura da fronteira é um desserviço à população. “Revela a politização que se tem feito na questão migratória. Infelizmente, ela está sendo usada politicamente por forças opositoras no Estado vindas do MDB, que comanda o País. Essas forças políticas têm atrapalhado extremamente Roraima.”

Quando o governo de Roraima acusa o MDB, o alvo é o senador Romero Jucá, líder do governo no Senado, que é oposição ao governo local – Suely Campos (PP) deve tentar a reeleição em outubro. A ideia é que o caos no Estado favoreceria o MDB.

Em Brasília, o ministro Carlos Marun rebateu. “É uma insensatez a tentativa de se obter ganhos políticos com este problema. O governo federal está lutando com todas as suas forças para amenizar os problemas causados por esta situação imprevista. O ideal seria que todos agissem da mesma forma.” As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Veja também

+ T-Cross ganha nova versão PCD; veja preço e fotos

+Conheça os 42 anos de história da picape Mitsubishi L200

+ Remédio barato acelera recuperação de pacientes com covid-19

+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil

+ Avaliação: Chevrolet S10 2021 evoluiu mais do que parece

+ Grosseria de jurados do MasterChef Brasil é alvo de críticas

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020

+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea

+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?