Giro

Estado Islâmico liberta extremistas detidos em prisão síria (ONG)

Estado Islâmico liberta extremistas detidos em prisão síria (ONG)

(2019) Detentos suspeitos de pertencerem ao Estado Islâmico, em prisão na cidade síria de Hasakeh - AFP/Arquivos

O grupo Estado Islâmico (EI) atacou nesta quinta-feira (20) uma prisão controlada por forças curdas no noroeste da Síria, libertando um número indeterminado de presos extremistas, informou uma ONG local, sem reportar vítimas.

Um carro-bomba explodiu na entrada do presídio, o qual tem um dos maiores números de presos extremistas na Síria, e uma segunda explosão aconteceu nos arredores antes de o comando do EI atacar frontalmente os guardas curdos, afirmou o Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH). “Uma certa quantidade de presos conseguiu fugir.”



As Forças Democráticas Sírias (SDF), dominadas por combatentes curdos e líderes da luta contra o EI, confirmaram o ataque à prisão de Ghwayran, mas não a fuga de prisioneiros. Aviões da coalizão internacional antijihadista, liderada pelos Estados Unidos, sobrevoaram a região e lançaram sinalizadores para visualizar movimentos durante a noite, destacou o OSDH.



+ Especialista revela o segredo dos bilionários da bolsa. Inscreva-se agora e aprenda!