Giro

Estado de São Paulo deve entrar na fase roxa ainda nesta semana

Crédito: Arquivo/Agência Brasil

O sistema de saúde do Estado está perto do colapso; 11 pacientes morreram em Taboão da Serra enquanto esperavam por vaga em UTI (Crédito: Arquivo/Agência Brasil)

Com o agravamento da pandemia da covid-19, hospitais estão com sua capacidade no limite e o governo do Estado de São Paulo estuda ampliar as restrições de circulação.

De acordo com a CBN, o Estado deve entrar na fase roxa do Plano São Paulo já nos próximos dias. A expectativa é que as mudanças sejam decretadas na quinta-feira (11) ou sexta-feira (12) e a nova fase deve começar a valer já no próximo sábado.



+ Falta de insumos para a fabricação de vacinas anticovid preocupa

A entrada na fase roxa significa a adoção de mais restrição. O governo passaria a definir horário de funcionamento dos serviços essenciais. Assim, supermercado, padaria e postos de gasolina, por exemplo, teriam horário de funcionamento definidos e não poderiam mais funcionar 24horas. A medida inclui também a suspensão do futebol a partir de sábado, algo que já tinha sido pedido pelo Ministério Público de São Paulo.

O governo do Estado pretende ainda criar hospitais de campanha em escola. O primeiro será na favela de Heliópolis. Nesta semana, 11 pessoas morreram na cidade de Taboão da Serra sem conseguir uma vaga em UTI (Unidade de Terapia Intensiva). O sistema de saúde do Estado está perto do colapso. Segundo a CBN, 120 pacientes buscam por UTI por dia no Estados. Pelo menos 32 municípios têm 100% ocupação em seus hospitais. A média no Estado é de 81%.

+ Confira 10 receitas para reaproveitar ou turbinar o arroz do dia a dia