Economia

Espanha aprova definitivamente a ‘taxa Google’

Espanha aprova definitivamente a ‘taxa Google’

(Arquivo) Logo da Google - AFP/Arquivos

A Espanha aprovou definitivamente a criação da chamada ‘taxa Google’ e de um imposto para as transações financeiras, a fim de “modernizar seu sistema tributário”, apesar da hostilidade de Washington a essas iniciativas, informou o Ministério da Fazenda nesta quarta-feira (7).

As duas taxas foram aprovadas pelo Senado, que concluiu o trâmite parlamentar. Nas próximas horas, serão publicadas no Boletim Oficial do Estado (BOE) e entrarão em vigor em três meses.

A taxa sobre “determinados serviços digitais”, com a qual o governo espera arrecadar 968 milhões de euros (1,14 bilhão de dólares) a cada ano, aponta para as empresas de internet que faturam mais de 750 milhões de euros em nível mundial, e pelo menos três milhões na Espanha.

O imposto envolve as grandes multinacionais americanas da internet, as GAFA (Google, Amazon, Facebook, Apple), cujos lucros escapam a muitas administrações fiscais de todo o mundo.

Veja também

+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel