Estilo

Escócia pela janela e scotch a bordo

Um dos trens mais luxuosos do mundo, o Belmond Royal Scotsman inicia em abril sua próxima temporada pelas Terras Altas escocesas, com direito a belas paisagens e uma seleção de maltes capaz de saciar qualquer fã da bebida.

Crédito: Divulgação

O TREM PERFEITO Do lado de fora, paisagens como a do viaduto Glenfinnan, nas Highlands. Dentro, alta gastronomia e 50 tipos de uísque. (Crédito: Divulgação)

Conhecer as Highlands, ou Terras Altas da Escócia, é um prazer que envolve vários sentidos. Enquanto a visão contempla uma das paisagens mais espetaculares do Reino Unido, com lagos e rios, vales montanhosos e florestas de pinheiros, o paladar é saudado por um festival de pratos típicos e uma bebida que se confunde com o próprio país: o scotch whisky. Pelo menos é assim se você estiver viajando a bordo de um trem exclusivo, o Belmond Royal Scotsman. Ele oferece uma experiência inigualável de conforto e requinte. Mesmo com preços considerados estratosféricos para a maioria dos mortais, boa parte dos bilhetes já está esgotada para a próxima temporada, que começa em abril.

Ainda que o trem não seja lá tão antigo (começou a operar em 1985, época em que a companhia ainda era chamada de Orient-Express), suas acomodações originais foram substituídas por 22 cabines. Em vagões revestidos com marchetaria de mogno, apenas 36 passageiros podem usufruir de um restaurante de alta gastronomia, bar, cabines com banheiros privativos e móveis forrados com tweed e a lã macia das ovelhas das Highlands. Além, é claro, do serviço de mordomo 24 horas e um spa orgânico da grife Bamford.

Um dos roteiros mais concorridos foi criado em parceria com a Scotch Malt Whisky Society, o clube de uísque de malte mais importante do mundo, que oferece a seus sócios, com exclusividade, bebidas puríssimas, sem nenhum tipo de filtragem, diluição ou mistura.

A partir da estação Waverley, em Edimburgo, o trem parte em direção ao norte do país para uma viagem de cinco dias visitando regiões produtoras de uísque e destilarias históricas para degustações privativas. Entre elas a Macallan, em Keith; a Tomatin, em Inverness; e a Tullibardine, em Blackford. As provas acontecem também a bordo, conduzidas por embaixadores de cada uísque.

ALL INCLUSIVE Todas as bebidas estão incluídas no valor do bilhete, assim como as refeições: café da manhã escocês completo, almoço, com três pratos, e jantar, com menu-degustação em quatro passos. Há 50 rótulos do destilado escocês disponíveis na carta, independentemente do roteiro escolhido, além de uma grande variedade de vinhos e licores finos. O valor da viagem inclui também todos os ingressos aos passeios que integram o programa, além de um ano de adesão à Scotch Malt Whisky Society.

O próximo tour será dos dias 12 a 16 de abril, com tickets a partir de U$ 7.705 por pessoa, valor moderado se comparado ao das viagens mais caras a bordo do Belmond Royal Scotsman, cujos bilhetes chegam a US$ 17 mil.

Veja também

+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel