Economia

Entenda por que a PEC dos precatórios pode afundar ainda mais a economia brasileira

Crédito: Isac Nóbrega/PR

Vista como "calote", Proposta do ministro da Economia, Paulo Guedes, é renegociar os precatórios (Crédito: Isac Nóbrega/PR)



Em discussão na Câmara dos Deputados, a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) dos Precatórios é vista pelo mercado como um calote legalizado pelo governo para driblar compromissos judiciais e conseguir turbinar propostas que visam as eleições do ano que vem, como o Auxílio Brasil.

Os precatórios foram apelidados de “meteoro” pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, e a PEC propõe o parcelamento de dívidas judiciais da União com pessoas físicas e jurídicas, que deveriam ser pagas no ano que vem. O valor total dos processos para 2022 é de quase R$ 90 bilhões, sendo que somente para 2021 o Orçamento da União prevê gastar R$ 54,75 bilhões com o segmento (ver gráfico abaixo).

+ PEC dos Precatórios precisa ser aprovada até 2ª semana de novembro, diz Roma

Com a ideia de pagar pequenos precatórios e deixar os de alto valor para outro período, o governo arranja espaço no Orçamento para destinar recursos ao Auxílio Brasil, novo nome do Bolsa Família que repassará parcelas de R$ 400 para famílias de extrema pobreza até o fim do ano que vem.




Enviada em agosto, a PEC não conseguiu avançar na Câmara. Havia a possibilidade de debater o tema nesta semana, mas o governo não conseguiu formar maioria para votar o texto, que demanda coro qualificado (mínimo de 308 deputados) para ser aprovada e a posposta deve voltar para a pauta na próxima semana.

Deputados como o vice-presidente da Câmara, Marcelo Ramos (PL-AM), chamam a PEC de uma “combinação bombástica de ‘fura teto’, pedalada fiscal e calote”.

Por que a PEC é ruim para a economia brasileira?

Tributarista, o advogado do escritório Marcelo Tostes Advogados, João Paulo Linhares Rocha, pondera que ao adotar uma medida deste tipo, o governo fere sua credibilidade fiscal junto aos investidores.


“Os precatórios são dívidas obrigatórias e, por isso, seu parcelamento apenas prolonga o crédito que está em débito ao credor. Ao passar a mensagem de que não consegue arcar com as dívidas, o país põe em xeque sua credibilidade fiscal no exterior, a confiança dos investidores e a sua própria sustentabilidade financeira”, disse Rocha em nota.

Evolução dos valores dos precatórios
Evolução dos valores dos precatórios (Crédito:Thiago Fagundes/Agência Câmara)

Para o tributarista, uma alternativa para o impasse no texto seria o pagamento dos precatórios à vista, porém com desconto, item presente na Constituição dos precatórios acima de determinados valores – justamente o que o governo quer prorrogar.

“É preciso ter em mente que os precatórios são dívidas de pessoas ou empresas que estão esperando para receber seu direito e uma proposta de parcelamento que empurre estas mesmas, coloca em risco a saúde financeira do país”, completou João Paulo Linhares Rocha.

Bola de neve na Dívida Pública

Uma projeção feita pela Comissão de Precatórios da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), indica que a dívida pública pode chegar a R$ 1,5 trilhões até 2036 se o governo seguir jogando os pagamentos para frente.

Presidente da comissão, Eduardo Gouvêa afirma que, além de inconstitucional, o texto fura o teto de gastos e emite mensagem difusa para o mercado em um momento crucial para a retomada do crescimento.

“Parcelamento de precatórios, que são um direito líquido e despesa obrigatória do poder público, já foi julgado inconstitucional pelo Supremo Tribunal Federal (STF) em três ocasiões. Não vejo por que ser diferente agora”, avaliou ele em nota.






Tópicos

auxilio brasil auxilio brasil cadastro auxílio brasil quem tem direito? Auxílio Brasil valor auxílio emergencial auxilio emergencial consulta auxílio emergencial prorrogado avaliação BC Bolsonaro Bolsonaro eleições Calote Comissão de Precatórios da Ordem dos Advogados do Brasil Como consultar precatórios pelo CPF? como se cadastrar no Auxílio Brasil? Congresso consultar precatório pelo cpf dívidas da união dívidas judiciais Doria Eduardo Gouvêa eleições eleições 2022 eleitoreiro Fernando Bezerra fura teto Fux governo GUEDES inconstitucional João Paulo Linhares Rocha junho lançamento lideranças lista de precatórios a serem pagos em 2020 lista de precatórios a serem pagos em 2021 marcelo ramos Marcelo Tostes Advogados ministério da cidadania auxílio emergencial telefone ministério da cidadania contestação auxílio emergencial o que é precatório O que é precatório e como funciona O que são os precatórios? o que são precatórios? OAB Pacheco pagamento pagamento da dívida pública pagamento de precatórios parcelamento de precatório Paulo Guedes PEC PEC EMERGENCIAL pedalada fiscal pedaladas pesquisa precatório parcelado precatórios precatórios 2021 sp precatórios 2021 tjsp precatórios 2022 precatórios brasil precatórios do fundeb precatórios do fundef precatórios inss precatórios o que é precatórios sp precatórios sp consulta pelo cpf precatórios tjsp precatórios trf3 projeto de emenda constitucional Qual a data da 6 parcela do auxílio? Qual a data da 7 parcela do auxílio emergencial? quando vou receber meu precatório? Quanto tempo demora para receber um precatório? reajuste de salários refis reforma do IR regramento renda cidadã reunião Rocha salários servidores setor público SP STF superprecatório suspensão vinculação