Semanal

Entenda o motivo de os juros continuarem subindo

Crédito: Gerd Altmann/Pixabay

Entrelinhas da Ata do Copom explicam que o governo está gastando demais. Elevar os juros com a economia desaquecida deve adiar a retomada do crescimento (Crédito: Gerd Altmann/Pixabay )



Os juros brasileiros subiram drasticamente ao longo de 2021, avançando de 2% ao ano em janeiro para 9,25% ao ano em dezembro. E devem continuar subindo em 2022. O prognóstico da edição mais recente do Relatório Focus, divulgado na segunda-feira (13) indica que a expectativa para a Selic em dezembro do ano que vem é de 11,50% ao ano. Na semana anterior, era de 11,25% ao ano.

Juros são o remédio clássico para uma economia que está aquecida demais. Não é o caso da economia brasileira. Apesar da queda de 1,6 ponto percentual no terceiro trimestre, o desemprego permanece elevado, em 12,6% da força de trabalho. A demanda não está aquecida. No terceiro trimestre, o Produto Interno Bruto (PIB) registrou uma queda de 0,1%, configurando uma recessão técnica – dois trimestres seguidos de retração da economia.

Para próxima reunião, Copom antevê ajuste na mesma magnitude na Selic, diz ata

Por que os juros deverão continuar subindo, então? Por uma razão igualmente clássica: a moeda tem de ser ancorada. Há várias âncoras. A mais importante delas é a fiscal. Se o governo mantiver um orçamento equilibrado, não haverá excesso de dinheiro na economia e os preços ficarão bem-comportados.



Quando a âncora fiscal é levantada, o navio da inflação corre o risco de sair à deriva. Por isso, é preciso lançar outra âncora, a monetária. Para impedir que o excesso de dinheiro na economia pressione os preços, é necessário estimulá-lo a ficar rendendo nos bancos. E a solução para isso é elevar os juros.

O Comunicado da reunião mais recente do Comitê de Política Monetária (Copom), divulgado na quarta-feira (8) é claro nesse aspecto, ainda que, como de hábito, tenha sido escrito na linguagem neutra dos bancos centrais. “O Comitê ressalta que, em seu cenário básico para a inflação, permanecem fatores de risco em ambas as direções. (…) Novos prolongamentos das políticas fiscais de resposta à pandemia que pressionem a demanda agregada e piorem a trajetória fiscal podem elevar os prêmios de risco do país.”

E o Copom vai além, explicando que o problema é maior do que o combate à pandemia. “Apesar do desempenho mais positivo das contas públicas, o Comitê avalia que questionamentos em relação ao arcabouço fiscal elevam o risco de desancoragem das expectativas de inflação, mantendo a assimetria altista no balanço de riscos. Isso implica maior probabilidade de trajetórias para inflação acima do projetado de acordo com o cenário básico.”


Tradução: o governo está gastando demais e isso é inflacionário. Nesse momento, elevar os juros para conter a inflação funciona. O problema é que elevar os juros em um momento no qual a economia está desaquecida é o equivalente a realizar uma sangria em um paciente anêmico.

Não por acaso, as projeções para o crescimento da economia em 2022, também pelo Relatório Focus, vêm encolhendo semana a semana. E, se não houver uma melhora climática, com normalização do regime de chuvas, o agronegócio permanecerá sem contribuir para o desempenho do PIB.







Tópicos

a semana na economia alta de jutos aposta do mercado Selic BC focus Selic julho BC selic 2022 Bolsonaro Guedes combustíveis juros Comitê de Política Monetária (Copom) como se calcula a Selic contas do governo contas do governo 2021 contas do governo primeiro semestre contas do governo projeção Copom déficit primário Doria Bolsonaro ICMS doria icms economia 2021 economia 2022 economia alta do dólar economia desaquecida economia descontrole 2021 economia inflação 2021 economia pesadelo economia PIB 2021 economia terror gastos do setor público gastos governo 2021 gastos públicos grupo Focus guedes teto de gastos ICMS ICMS dos combustíveis inflação inflação 2021 inflação 2022 inflação Banco Central inflação gastos públicos inflação mundial 2021 Inflação mundo crescimento inflação países juros juros futuros juros nominais juros trégua bolsonaro Ministério da economia projeções o que é Selic O que significa Selic e qual sua função? Paulo Guedes Paulo guedes economistas PIB PIB economia 2022 política monetária BC 2022 preço dos combustíveis dória bolsonaro projeção Selic 2021 BC projeção selic 2022 projeção Selic BC qual a taxa de inflação no Brasil? Qual a taxa Selic atual? qual a taxa Selic? o que é âncora monetária? Quando a Selic aumenta? Quanto está a taxa Selic hoje 2021? recessão técnica redução ICMS São Paulo relatório Focus retração da economia reunião copom quarta alta da selic Selic Selic Banco Central selic significado Taxa básica de juros