Negócios

Engie prevê dobrar receita com energia ‘caseira’ em 2018

Engie prevê dobrar receita com energia ‘caseira’ em 2018

O grupo francês Engie anunciou que está negociando com a a Renova Energia a compra de um importante parque eólico no Brasil - AFP/Arquivos

O grupo francês Engie, que controla a maior geradora privada do País, vem se destacando no promissor mercado de geração solar distribuída. Para 2018, prevê instalar cerca de 1 mil novos sistemas e mais do que dobrar sua receita, que deve crescer 127% ante 2017, para cerca de R$ 75 milhões. No ano passado, a empresa realizou 1,2 mil instalações de painéis de energia solar em residências e pequenas empresas, multiplicando por quatro o desempenho de 2016, quando ingressou no segmento, ao adquirir a Brasil Energia Solar.

Ensolarado

A Engie liderou o número de novas instalações de geração solar distribuída no País em 2017, sendo responsável por 15% do total. Conforme dados da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), a energia solar distribuída chegou a 8 mil novas residências e empresas, e o Brasil já superou a marca de 20 mil conexões de geração solar distribuída.