Giro

‘Enfrentamos uma epidemia’, diz Macron sobre coronavírus

‘Enfrentamos uma epidemia’, diz Macron sobre coronavírus

O presidente francês Emmanuel Macron (D), o presidente da AP-HP, Martin Hirsch (E), e o ministro da Saúde da França, Olivier Veran (E, costas), visitam o hospital Pitie-Salpetriere em Paris, onde morreu a primeira vítima francesa do COVID-19 - POOL/AFP


“Enfrentamos uma crise, uma epidemia… Vamos ter que enfrentar isso da melhor maneira que pudermos”, disse o presidente francês, Emmanuel Macron, nesta quinta-feira (27).

A declaração de Macron foi dada durante uma visita, ontem, ao hospital de Paris onde faleceu a primeira vítima francesa do novo coronavírus.

“Sabemos que estamos apenas no início… Vamos tentar, com todos os membros da saúde, tomar as decisões corretas”, afirmou Macron.

Até agora, a França registrou 18 casos do novo coronavírus e dois mortos: um turista chinês e um francês que não havia viajado para as zonas de risco.

Surgida em dezembro no centro da China, a epidemia estancou neste país onde cerca de 78.000 pessoas já foram contaminadas, e 2.715 faleceram, segundo a OMS.

Até o momento, o vírus chegou a cerca de 30 países, deixando mais de 40 mortos e 2.500 contaminados.

Segundo um especialista da OMS, o mundo “simplesmente não está preparado” para enfrentar o novo vírus.