Finanças

Empresas brasileiras fazem fila para ingressar na Nasdaq

Crédito: Divulgação - Nasdaq

Negócios de segmentos variados, como educação e gestão de recursos financeiros, estão buscando por listagem como empresas de tecnologia (Crédito: Divulgação - Nasdaq )

As empresas brasileiras estão, cada vez mais, realizando a abertura de capital na Bolsa de Valores. Para se ter uma ideia durante todo o ano passado foram registradas 28 operações, neste ano já foram 24. O que tem chamado a atenção também é que muitas dessas companhias estão buscando oportunidades fora da Bolsa de Valores brasileira, a B3.

De acordo com O Globo, muitas empresas brasileiras estão ofertando ações na Bolsa norte-americana Nasdaq, a segunda maior do mundo em volume e onde estão os papéis de gigantes da tecnologia como Apple, Amazon e Google.

+ Empresa de Jessica Alba estreia na Nasdaq e levanta US$ 411 mi em IPO

Ser tech nos Estados Unidos pode abrir uma gama de oportunidades e acesso a investidores. Por isso, negócios de segmentos variados, como educação e gestão de recursos financeiros, estão buscando por listagem como empresas de tecnologia.



Essa tendência entre as brasileiras começou em 2017 e, desde então, 11 empresas foram para a Nasdaq, entre elas a XP Inc., as fintechs Stone e PagSeguro e a Afya Educacional, que, juntas, teriam levantado US$ 8,46 bilhões na Bolsa norte-americana, conforme a reportagem.

A Lojas Americanas deve ser a próxima a ingressar neste universo. Ao anunciar uma incorporação da rede pela controlada B2W, dona dos sites de vendas Submarino e Shoptime, o grupo apresentou um plano de criar uma empresa controladora que será listada na Nasdaq ou na Bolsa de Nova York (Nyse).

Ainda fazem parte desta fila duas empresas de educação, Eleva e Maple Bear, e o PicPay, de meios de pagamento. A expectativa é que essas ofertas inicias de ações devem acontecer entre 2021 e 2022, segundo O Globo.

Veja também
+ Até 2019, havia mais gente nas prisões do que na bolsa de valores do Brasil
+ Geisy reclama de censura em rede social: “O Instagram tá me perseguindo”
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Nicole Bahls já havia sido alertada sobre infidelidade do ex-marido
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Chef playmate cria receita afrodisíaca para o Dia do Orgasmo
+ Mercedes-Benz Sprinter ganha versão motorhome
+ Anorexia, um transtorno alimentar que pode levar à morte
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago