Empresários brasileiros estão mais conscientes

Empresários brasileiros estão mais conscientes

O ano começa com uma boa notícia para quem luta por um mundo melhor: os donos do capital no Brasil estão mais conscientes de que ações socioambientais responsáveis influenciam a capacidade de geração de negócios e obtenção de lucro. Tal percepção é relevante na medida em que tira a bandeira de proteção da biodiversidade exclusivamente das mãos de cidadãos, ativistas e ONGs — e a coloca na mesa dos tomadores de decisão onde o dinheiro, de fato, circula. De acordo com o Internacional Business Report — Sustentabilidade, pesquisa global realizada pela Grant Thornton, 70,8% dos 250 empresários brasileiros entrevistados acreditam que ações sustentáveis trarão impactos financeiros positivos em seus negócios. Globalmente, o índice ficou em 47,6%. A empresa ouviu 4,6 mil empresas em 29 países. Aspectos dessa agenda já estão sendo levados em conta na hora de definir novos produtos, serviços e estratégias de negócios, além de pautar ações para gerenciar a reputação da empresa.

Pelo que a maioria dos empresários declarou, o tema permanecerá em alta: 79,1% dos entrevistados brasileiros esperam melhorar o desempenho de suas empresas em impacto ambiental; 78,1% acreditam que terão melhorias nas questões sociais; e 66,2% esperam melhor resultado em governança.

Dentre as razões do aumento da preocupação com o tema está a necessidade da conformidade com leis, regulamentos e relatórios (60%), melhor eficiência operacional e redução de custos (51,6%) e melhoria na reputação corporativa (49,2%).

Diante de um cenário tão promissor, um fato é alarmante: 49,2% concordaram que, quando o assunto é medição de sustentabilidade, a maioria das empresas ainda não sabe por onde começar. Há avanços, mas o caminho ainda é longo.

Evandro Rodrigues

(Nota publicada na edição 1204 da Revista Dinheiro)

Veja também

+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel


Mais posts

Diversidade: distância entre discurso e prática impacta os negócios

Uma das ações de recrutamento mais comentadas em 2020, o programa de seleção de trainees para pessoas negras lançado pelo Magazine [...]

Dois parques nacionais para a Construcap

Em leilão realizado no dia 11 de janeiro, a construtora Construcap apresentou lance de R$ 20,5 milhões pela concessão de dois parques [...]

Papo responsável

Como mais um passo para fortalecer suas ações ESG (ambiental, social e governança), a TIM anunciou a criação de um comitê dedicado a [...]

Bicicletas elétricas para e-commerce

As mercadorias compradas em uma das marcas da B2W no Rio de Janeiro e em São Paulo passarão a ser entregues por bicicletas elétricas. [...]

Escassez de água ameaça o futuro da humanidade

Consumidores de recursos hídricos das principais bacias hidrográficas do País, como as dos rios Doce, São Francisco e Mucuri, têm até o [...]
Ver mais

Copyright © 2021 - Editora Três
Todos os direitos reservados.

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicaçõs Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.