Política

Empresa que transportou Aécio diz que causas do incidente estão sendo apuradas

A empresa Líder Aviação, dona do jato que transportou na quinta-feira, 9, o senador Aécio Neves (PSDB-MG) e que fez um pouso de emergência no Aeroporto de Cumbica, em Guarulhos, informou, em nota, que as causas do incidente estão sendo apuradas. A aeronave decolou de Brasília com destino a São Paulo e teve uma indicação de pane no trem de pouso.

“Seguindo todos os protocolos de segurança previstos para esta ocorrência, a tripulação decidiu aterrissar no Aeroporto Internacional de Guarulhos. Após o pouso, a aeronave, já em velocidade reduzida, ultrapassou o limite da pista”, diz o comunicado da empresa, acrescentando que ninguém se feriu.