Geral

Empresa norte-americana prevê volta dos supersônicos em 2020

Parceria entre Boom Supersonic e Dassault Systemes deve encurtar pela metade lançamento de protótipo que voe acima da velocidade do som

Empresa norte-americana prevê volta dos supersônicos em 2020

O projeto Overture estava previsto para estrear em 2023. O supersônico é projetado com capacidade para 55 lugares, além de ser 30% mais eficiente e 30 vezes mais silencioso que o Concorde

Encerrada há mais de 15 anos, a aviação supersônica comercial pode voltar a ser uma opção para viajante apressados e endinheirados. A norte-americana Boom Supersonic anunciou nesta semana a parceria com a europeia Dassault Systemes para o projeto de um novo projeto viável para voos em velocidades acima do som.

Em um comunicado à imprensa nesta quarta-feira (15), a Boom Supersonic disse que a aquisição do programa de design 3DEXPERIENCE irá reduzir o tempo de desenvolvimento de seu primeiro protótipo pela metade, além de melhorar a qualidade de construção do avião. Agora, a empresa espera que o primeiro modelo seja colocado no mercado já no próximo ano.

O projeto Overture estava previsto para estrear em 2023. O avião é projetado com capacidade para 55 lugares, além de ser 30% mais eficiente e 30 vezes mais silencioso que o Concorde. O projeto prevê velocidade máxima de Mach 2.2, permitindo viagens de Nova York a Londres em pouco mais de três horas. A empresa afirma ter aporte de US$ 141 milhões para desenvolver o modelo.

“Precisamos de ferramentas de projeto poderosas para oferecer nossa visão de um futuro supersônico, e é exatamente isso que a Dassault Systemes oferece”, afirmou Josua Krall, co-fundador e vice-presidente de tecnologia da Boom Supersonic.