Mundo

Emigrantes do ‘Open Arms’ desembarcam em Lampedusa

Emigrantes do ‘Open Arms’ desembarcam em Lampedusa

Uma patrulha espanhola resgata um grupo deemigrantes que pularam do navio "Open Arms" numa tentativa de chegar a nado na ilha italiana de Lampedusa, em 20 de agosto - LOCALTEAM/AFP/Arquivos

Os mais de 80 emigrantes resgatados pelo navio humanitário espanhol “Open Arms” começaram a desembarcar, na noite desta terça-feira, na ilha italiana de Lampedusa, segundo imagens retransmitidas pela TV local.

O navio estava desde a quinta-feira passada diante desta pequena ilha siciliana, mas não tinha autorização para desembarcar os emigrantes por parte de Roma.

A bordo do “Open Arms”, da ONG espanhola de mesmo nome, havia 147 migrantes quando chegou ao litoral italiano, que ficram reduzidos a pouco mais de 80 após o desembarque de dezenas de menores de idade e doentes nos últimos dias.

Alguns dos migrantes estavan embarcados há 19 dias, igualando o recorde dos 32 estrangeiros resgatados pelo “SeaWatch3” e que desembarcaram em Malta em janeiro passado.

Os migrantes não tinham conseguido chegar à terra até agora devido à recusa de Roma em permitir, apesar da existência de um acordo de seis países europeus (Espanha, França, Alemanha, Portugal, Luxemburgo e Romênia) para hospedá-los.