Negócios

Embraer sobre Boeing: aprovação de órgãos antitruste tem sido conforme esperado

O vice presidente financeiro e de Relações com Investidores da Embraer, Nelson Salgado, afirmou que a aprovação do acordo entre a fabricante e a Boeing pelos órgãos antitruste tem evoluído “conforme esperado”. Em teleconferência com a imprensa, ele explicou que a empresa não tem divulgado em que países a parceria recebeu aval ou não. De todo modo, as companhias mantêm a expectativa de conclusão da parceria até o fim deste ano.

Salgado comentou também que, no primeiro semestre, a Embraer registrou R$ 122 milhões em despesas relacionadas à separação de seu braço de Aviação Comercial, que será incorporado à nova empresa com participação majoritária da Boeing. No segundo trimestre esses custos somaram R$ 76,5 milhões.

O executivo lembrou que os custos de separação da aviação comercial pesam sobre o Ebit (lucro operacional) da empresa, mas reforçou que a Embraer mantém a previsão de uma margem Ebit próxima de zero para 2019.