Economia

Em reunião ordinária, CMN vai estipular meta de inflação para 2024

Em reunião ordinária na tarde desta quinta-feira, 24, o Conselho Monetário Nacional (CMN) vai estipular a meta de inflação para o ano de 2024, além de confirmar o objetivo de 2023. O Banco Central ainda não informou se haverá ou não entrevista coletiva de imprensa sobre a nova meta de inflação.



A meta de inflação para o ano de 2023, fixada no ano passado, é de 3,25%, com margem de tolerância de 1,5 ponto porcentual (inflação entre 1,75% e 4,75%).

Este porcentual deve ser confirmado pelo CMN nesta quinta.

No caso de 2024, a meta será divulgada pela primeira vez, como geralmente ocorre nas reuniões de junho do CMN.

Desde 2019, as metas de inflação vêm caindo 0,25 ponto porcentual a cada ano. Isso tem ocorrido mesmo em momentos de maior pressão inflacionária ou de crise econômica.



Assim, se mantiver a dinâmica mais recente, o CMN fixará a meta para 2024 em 3,00%.


Veja também
+ Horóscopo: confira a previsão de hoje para seu signo
+ Vídeo: Motorista deixa carro Tesla no piloto automático e dorme em rodovia de SP
+ Vale-alimentação: entenda o que muda com novas regras para benefício
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Descoberto na Armênia aqueduto mais oriental do Império Romano
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Passageira agride e arranca dois dentes de aeromoça
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Lago Superior: a melhor onda de água doce do mundo?