Finanças

Em recuperação, ouro fecha em alta após petróleo ter afetado commodities em geral

Os contratos futuros do ouro fecharam em alta nesta quarta-feira, 22, em um movimento de recuperação, após as quedas históricas dos preços do petróleo nos últimos dois dias terem pressionado todo o complexo de commodities. O ouro para junho subiu 2,99%, a US$ 1.738,3 a onça-troy, na Comex, divisão de metais da New York Mercantile Exchange (Nymex), recuperando a marca acima dos US$ 1.700.

Queda histórica do petróleo prejudica finanças da América Latina em plena pandemia

ANP estabelece medidas para exploração e produção de petróleo

O tom nos mercados globais é de recuperação hoje, após o petróleo ter operado abaixo de US$ 0 pela primeira vez na história, em meio a um descompasso entre oferta e demanda, devido à pandemia de coronavírus. “O ouro também provou não estar imune à ampla oferta de venda nos mercados ontem e caiu”, comentam analistas do Commerzbank. Para o banco alemão, nesta terça os investidores venderam o metal precioso para cobrir perdas em outros ativos.

Já a recuperação do ouro hoje faz a commodity destoar do desempenho de outros metais preciosos, segundo o Commerzbank. “O ouro está provando ser uma rocha em comparação com outros metais preciosos”, diz a instituição.

Segundo Jim Wyckoff, analista da Kitco, o ouro também é impulsionado nesta quarta por especulações no mercado de que “alguns investidores e mercados financeiros asiáticos foram gravemente impactados pelo colapso dos preços do petróleo nesta semana”, o que aumenta a busca por segurança.

Veja também

+ Receita abre consulta a segundo lote de restituição de IR, o maior da história
+ Homem encontra chave de fenda em pacote de macarrão
+ Baleias dão show de saltos em ilhabela, veja fotos!
+ 9 alimentos que incham a barriga e você não fazia ideia
+ Modelo brasileira promete ficar nua se o Chelsea for campeão da Champions League
+ Cuide bem do seu motor, cuidando do óleo do motor
+ 12 dicas de como fazer jejum intermitente com segurança

Tópicos

mercado de ouro