Dinheiro em foco

Em alta

2,01%  foi a alta do Índice Geral de Preços-Disponibilidade Interna (IGP-DI) no mês de janeiro. Assim, a taxa inicia 2022 com aceleração ante o 1,25% registrado em dezembro, segundo dados divulgados na segunda-feira (7) pela Fundação Getulio Vargas (FGV). O resultado ficou acima da expectativa do mercado, que era de 1,78%, e levou o índice a acumular alta de 16,71% em 12 meses. Em janeiro, o Índice de Preços
ao Produtor Amplo (IPA-DI), que responde por 60% do indicador geral, avançou 2,57%, depois de ganhar 1,54% no mês anterior.

Em baixa

5,3 pontos foi a queda do Indicador Antecedente de Emprego (IAEmp) na passagem de dezembro de 2021 para janeiro, atingindo a marca de 76,5 pontos, informou a Fundação Getulio Vargas (FGV) na segunda-feira (7). O patamar é o menor registrado para o índice desde agosto de 2020. Naquele momento, a economia iniciou processo de retomada após bater no fundo do poço no começo da pandemia, quando atingiu nível extremamente baixo de 74,8 pontos. Em médias móveis trimestrais, o IAEmp recuou 3,6 pontos.