Tecnologia

Elon Musk e SpaceX lançam ao espaço sua constelação de satélites

O plano de Musk e de sua SpaceX é criar um rede de satélites que orbite próximo a terra para baratear e levar sinal a áreas rurais sem internet a cabo

Elon Musk e SpaceX lançam ao espaço sua constelação de satélites

Um foguete Falcon 9 da SpaceX de Elon Musk transporta a primeira sonda lunar israelense, em 21 de fevereiro de 2019 em Cabo Canaveral, na Flórida - SPACEX/AFP/Arquivos

Com o objetivo de aumentar a cobertura e baratear os custos de internet de alta velocidade, a SpaceX, empresa espacial de Elon Musk, colocará no espaço uma constelação de 60 satélites. Chamado de Starlink, o projeto começa a tomar forma com o lançamentos dos equipamentos em baixa órbita nesta quinta-feira (16). No total serão 60 satélites que irão ao ar em Cabo Canaveral, no estado americano da Flórida.

O primeiro lançamento faz parte de projeto gigantesco de Musk, que quer construir uma mega-constelação de até 12 mil satélites (número total que conseguiu autorização) que busca colocar online todo o planeta. Caso o primeiro lançamento seja bem sucedido, a SpaceX larga na frente da corrida das “constelações de satélites” que tem a OneWeb – empresa criada pelo grupo da Amazon com financiamento da SoftBank – como principal competidora.

Apesar dos lançamentos, Musk disse que o projeto ainda está no início, dizendo que os modelos que irão ao espaço são virtualmente idênticos aos outros que serão enviados no futuro, com o detalhe de que estes ainda não terão a capacidade de se intercomunicar – característica vital para a criação de uma rede de satélites como prometido pela empresa. Ele ainda disse que há a possibilidade de alguns destes equipamentos não funcionarem por se tratar de uma nova tecnologia.

Com grande parte da internet sendo atualmente transmitida via cabo e torres de transmissão em terra, áreas rurais e distantes de grandes centros acabam ficando em “cantos escuros” para a recepção de sinal. A transmissão via satélite ainda é cara, deixando ainda mais difícil a situação de moradores destas áreas. O plano de Musk e de sua SpaceX é criar um rede de satélites que orbite próximo a terra para baratear e levar sinal a áreas que atualmente não são contempladas com internet.