Economia

Eletrobras adia para janeiro de 2021 demissão de 454 empregados

A Eletrobras decidiu adiar para janeiro de 2021 a demissão de 454 empregados que seriam feitas este ano, para atingir o efetivo de 12.088 pretendidos pela companhia, informou o presidente da estatal, Wilson Ferreira Jr.

Segundo o executivo, a demissão terá um custo de R$ 130 milhões, mas acena com uma economia de R$ 252 milhões nos próximos anos.

A empresa está em plena negociação do Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) com os empregados e apresentou duas propostas. Na primeira, se o novo plano de saúde for aprovado, manterá 12.088 empregados até abril de 2021 e 11.612 até maio de 2022. No caso de rejeição ao plano de saúde, só garante o quadro de 12.088 até abril de 2021, mas não se compromete para o ano seguinte.



Veja também
+ Casamento de Ana Maria Braga chega ao fim após marido maltratar funcionários, diz colunista
+ Conheça a eficácia de cada vacina no combate à Covid-19
+ Veja fotos de Karoline Lima, novo affair de Neymar
+ Lázaro Barbosa consegue fugir de novo da polícia após tiroteio
+ Gracyanne Barbosa dança pole dance com novo visual
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Após processar nora, mãe de Medina a acusa de ter destruído sua casa; veja fotos
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Fondue de chocolate com frutas fácil de fazer
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago