Negócios

Eletricz lança consórcio de bikes, monociclos e patinetes elétricos

Crédito: Divulgação/Eletricz

O projeto, neste momento, disponibiliza apenas créditos com valores entre R$ 7 mil e R$ 30 mil, com prazos de 24, 36, 48, 60, 72 e 84 meses (Crédito: Divulgação/Eletricz)

A Eletricz, especializada em distribuição de monociclos elétricos, anunciou uma nova modalidade de compra: o Consórcio Mobilidade. Em parceria com a Âncora Consórcios, a empresa vai vender monociclos, bikes e patinetes por planos a partir de R$ 158 por mês.

O projeto, neste momento, disponibiliza apenas créditos com valores entre R$ 7 mil e R$ 30 mil, com prazos de 24, 36, 48, 60, 72 e 84 meses – de dois a sete anos. De acordo com comunicado das empresas, as prestações são fixas até o final do contrato, sem reajuste.

+ Pandemia leva startups Yellow e Grin à recuperação judicial
+ Reabertura de ciclofaixas é aprovada, mas ciclistas desrespeitam normas

“A falta de crédito neste setor é um fator que limita muito as vendas, mas agora, com o consórcio, um número muito maior de pessoas terá acesso à veículos elétricos”, explica Márcio Canzian, CEO da Eletricz.

Com o consórcio, o usuário terá de ser contemplado para ter acesso ao bem. A partir disso, com a carta de crédito em mãos, o cliente poderá ir à loja da Eletricz e efetuar a compra, com benefícios para o pagamento à vista, em dinheiro.

Uma das opções do cliente é ser sorteado, em concursos que acontecem todos os meses, ou dar um lance pelo produto. Os donos dos maiores lances serão contemplados e, neste caso, há mais de um escolhido por mês. O valor dado como lance passa a ser descontado mensalmente até o final do contrato.

Veja também

+ Carreira da Década - Veja como ingressar na carreira que faltam profissionais, mas sobram vagas
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel