Agronegócio

Elanco reverte lucro líquido em prejuízo de US$ 9,5 mi no 4º tri


São Paulo, 19 – A Elanco Animal Health registrou prejuízo líquido de US$ 9,5 milhões no quarto trimestre do ano fiscal de 2019, o equivalente a perdas de US$ 0,03 por ação. O resultado representa piora no desempenho da companhia ante o lucro líquido de US$ 16,4 milhões (US$ 0,04 por ação) reportado em igual período do ano anterior.

O lucro ajustado caiu 20,7% de US$ 0,29 por ação para US$ 0,23 por ação.

A receita foi 1,53% menor na comparação do mesmo intervalo de US$ 799,3 milhões para US$ 787,0 milhões no quarto trimestre do ano passado.

Analistas consultados pela FactSet estimavam lucro ajustado de US$ 0,23 por ação.

O resultado trimestral da companhia veio dentro do esperado pelo mercado, já que o seu lucro líquido estava em queda nos últimos trimestres. O desempenho da Elanco reflete também o cenário adverso enfrentado pela indústria de veterinária mundial.

As empresas do segmento vêm tendo seu faturamento comprometido com queda acentuada em seus negócios como consequência da epidemia de peste suína africana (ASF, na sigla em inglês), que afeta o plantel asiático e vem reduzindo a demanda pelos produtos do setor.

A companhia confirmou suas projeções para o ano fiscal de 2020. A empresa espera que a receita fique entre US$ 3,05 bilhões e US$ 3,11 bilhões.

O lucro por ação é previsto no intervalo entre US$ 0,04 a US$ 0,16, e de US$ 1,09 a US$ 1,16, em uma base ajustada. “Continuamos confiantes nos fundamentos subjacentes em nossos negócios básicos”, afirmou o CEO da Elanco, Jeff Simmons, em comunicado divulgado para a imprensa.

A companhia afirmou também que a transação para aquisição da operação de saúde animal da Bayer, anunciada em agosto do ano passado, está se desenvolvendo melhor do que o esperado. Órgãos antitruste da China, Ucrânia e Turquia já aprovaram o negócio.

“Continuamos acreditando em uma conclusão em meados de 2020”, acrescentou Simmons. A empresa destacou ainda que a previsão de receita e as expectativas de lucro por ação não incluem nenhuma receita que poderá resultar da fusão com a Bayer Saúde Animal.