Economia

Efeitos da economia em recuperação são lentamente percebidos, diz BC

O Banco Central avaliou nesta terça-feira, 17, em seu Relatório de Estabilidade Financeira (REF) referente ao primeiro trimestre do ano, que “os efeitos da economia em recuperação são lentamente percebidos no arrefecimento do risco de crédito às famílias”. De acordo com a instituição, “o crédito às grandes corporações, contudo, ainda enfrenta os desafios decorrentes da materialização de risco”.

A autoridade monetária pontuou que o número de instituições financeiras (IFs) que percebem a recessão e a inadimplência como fontes de risco para a estabilidade financeira reduziu-se ao menor nível dos últimos cinco anos.

“Embora, conjuntamente, essas ainda formem o principal vetor de risco, a atenção está se direcionando à sustentabilidade fiscal, vista como a segunda mais importante fonte de risco”, destacou o BC. “Não obstante, as IFs acreditam na resiliência do Sistema Financeiro Nacional (SFN) e na adequação e suficiência dos instrumentos disponíveis para enfrentar cenários de grave crise financeira.”

Veja também

+ Sandero deixa VW Polo GTS para trás em comparativo
+ Veja os carros mais vendidos em outubro
+ Grave acidente do “Cake Boss” é tema de reportagem especial
+ Ivete Sangalo salva menino de afogamento: “Foi tudo muito rápido”
+ Bandidos armados assaltam restaurante na zona norte do RJ
+ Mulher é empurrada para fora de ônibus após cuspir em homem
+ Caixa substitui pausa no financiamento imobiliário por redução de até 50% na parcela
+ Teve o auxílio emergencial negado? Siga 3 passos para contestar no Dataprev
+ iPhone 12: Apple anuncia quatro modelos com preço a partir de US$ 699 nos EUA
+ Veja mudanças após decisão do STF sobre IPVA
+ T-Cross ganha nova versão PCD; veja preço e fotos
+MasterChef: competidora lava louça durante prova do 12º episódio’
+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil
+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados
+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020
+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea
+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?